Início > Microsoft Utilities > Aplicando os princípios do Windows SteadyState no Windows 7

Aplicando os princípios do Windows SteadyState no Windows 7

setembro 12, 2010

Olá caro leitor!

Sem dúvida algum, a tool da Microsoft chamada Windows SteadyState é muito conhecida por end-users que desejam proteger suas instalações do Windows.

Em suma, podemos resumir os princípios de gerenciamento do Windows SteadyState em:

  • Proteção de disco do Windows.
  • Restrição e configurações de Usuários.
  • Gerenciador de Contas de Usuários.
  • Gerenciador para Configurações de Segurança.
  • Agendado de atualização de Software.

Este são os princípios e caracteristicas do Windows SteadyState meu caro leitor. Está é uma tool que permite preservar o estado de uma instalação do Windows permitindo, por exemplo, restaurar o estado de uma unidade de disco após o usuários efetuar logoff de sua sessão.

Falar todas as caracteristicas do Windows SteadyState seria dispendioso já que temos documentações disponíveis e de acesso livre. Para mais informações sobre o Windows SteadyState, acesse: Windows SteadyState Handbook

Infelizmente, esta ferramenta é completamente incompatível com o Windows 7 não permitindo que seja feito o seu uso para garantir a integridade de uma instalação do mesmo.

Entretanto, o que você acha que poder realizar este processo com ferramentas nativas do Windows 7? Com GPOs (Group Policies)?

É possível meu caro leitor! Na última sexta feira, foram publicados três whitepapers sobre o assunto pela Microsoft.

Este whitepapers são:

  1. Group Policy Settings for Creating a Steady State
  2. Creating a Steady State by Using Microsoft Technologies
  3. Windows SteadyState Reference Spreadsheet (Contem informações sobre as configurações do Windows SteadyState e GPOs que podem realizar a mesma função no Windows 7)

Estes três whitepapers possuem informações de como obter os resultados obtidos no uso do Windows SteadyState no Windows 7 com o uso de recursos nativos e/ou usando ferramentas da própria Microsoft para permití-los.

Sem dúvida alguma, o step-by-step de cada whitepaper é um processo bem mais demorado e trabalhoso se comparado ao uso do Windows SteadyState. No entanto, garante a integridade de uma instalação do Windows 7 que é compartilhada entre muitos usuários, com a prevenção de problemas.

Cabe informar também que na web page do Windows SteadyState há uma informação de que a ferramenta estará disponível para download via Microsoft Download Center até o dia 31 de Dezembro de 2010.

É isso caro leitor! Espero que possam aproveitar as informações anteriormente escritas.

Até o próximo post

%d blogueiros gostam disto: